1 2

HISTÓRIA & REGRAS

Kung Do Te

O Kung Do Te (KDT) nasce em 1973 no Leste de Angola para dar escape à agressividade latente das tropas especiais portuguesas que aí desempenhavam as funções de defender o território nacional contra os vários grupos independentistas.

Foi seu fundador o Mestre Ruy de Mendonça, ele mesmo militar no exercício das funções de defesa do país, possuidor de várias graduações de Artes Marciais de origem japonesa, chinesa  e ocidental, adaptando a pratica do KDT ao gosto do povo português,  inspirando-se na filosofia do grande artista marcial "Bruce Lee",  baseada no conceito de liberdade de expressão marcial.

Com estas ideias inovadoras, nasce uma arte de combate livre e dinâmica que na altura atraiu imensos jovens em Angola..

Após o 25 de Abril de 1974 muitos praticantes residentes em Angola regressam a Portugal, trazendo com eles o Kung Do Te.

O KDT cresceu por todo o país, tendo uma sede central em Lisboa, onde vivia o Mestre Ruy de Mendonça, chegando a atingir mais de 10.000 praticantes registados, de Portugal e de outros países (Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, Brasil,..).

Isto durou aproximadamente até ao ano de 1986, quando o Mestre Ruy de Mendonça decidiu ir viver para Espanha seguindo novos caminhos e práticas, abandonando progressivamente a liderança do KDT.

No entanto, alguns grupos de trabalho continuaram a praticar em associações independentes em várias localidades, como: Lisboa, Sintra, Mirandela, Valpaços,  Vila do Conde, Penafiel, Lousada, Ourém, Porto, Figueira da Foz, etc., mesmo após o falecimento do Mestre, em Torremolinos (Espanha) no dia  6 de Abril de 2005. 

Por ser necessário regulamentar a prática do KDT, um grupo de associações aprova a formação duma estrutura que una estes dispersos núcleos onde se continua a treinar a modalidade de Artes Marciais que dá pelo nome de Kung Do Te, fundada por um português que nos dias de hoje é reconhecido internacionalmente como um dos grandes mestres da história das artes marciais.

O nome Kung Do Te tem a sua origem em três palavras:
Kung (treino) de Kung Fu, Do (caminho) da filosofia do Zen, e Te (mãos) de Karate. Assim, colectivamente, a palavra Kung Do Te significa "O caminho do treino físico, mental e espiritual".

O Kung Do Te é uma arte marcial sem limitações e em constante evolução, orientada para a prática de técnicas de combate, defesa pessoal, meditação, e para o estudo do Tao e do Zen.

Na busca do ultimato supremo da defesa pessoal, o KDT preconiza a prática de 4 tipos de combate:
- Combate de 1º Grau;
- Combate de 2º Grau;
- Combate de 3º Grau;
- Combate de 4º Grau.

Nos testes de graduação é aplicado um determinado tipo de combate e um determinado número de rounds, em ambiente de partilha e abandono do Ego, onde os praticantes têm a possibilidade de testar os seus reais conhecimentos! Sessão de meditação no final.

A competição também está presente no KDT tendo como objectivo principal testar a evolução técnica, mental e espíritual dos praticantes e promover a amizade, paz e harmonia entre todos os praticantes.

A FPKDT - Federação Portuguesa de Kung Do Te foi oficializada por escritura notarial no dia 21 de Abril de 2015, em Vila do Conde.

São sócios fundadores da FPKDT:
- Associação Artes Marciais Unidas (Vila do Conde)
- Associação Mirandelense de Artes Orientais (Mirandela)
- IKA - Associação Internacional de Kenpo MSD Ryu (Figueira da Foz)

Podem ser sócios da FPKDT todas as associações, clubes, sociedades com fins desportivos e outras pessoas colectivas devidamente legalizadas que promovam, pratiquem ou contribuam para o desenvolvimento do Kung-Do-Té. 

Para se filiar na FPKDT ou obter informações adicionais, pf contacte:

geral@kungdote.pt


Os 4 tipos de combate do KDT (método de treino) Regras de competição Regulamento Geral de Competições

Formação


Newsletter

Filiada na

Instituições

Instituto Português do Desporto e Juventude

Patrocinadores

Seja um patrocinador da FPKDT!
Entre em contacto connosco para mais informações!


Este site utiliza cookies. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Clique para fechar